Tudo o que precisa de saber sobre Aparelhos Ortodônticos

Com o passar dos anos, a Ortodontia tem evoluído significativamente, sendo que os aparelhos ortodônticos têm deixado de estar associados apenas a problemas relacionados com a aparência estética. Atualmente, além do seu papel fundamental para o reposicionamento dos dentes nos maxilares, os aparelhos podem também ajudar a recuperar a função mastigatória, bem como ser um complemento a outros procedimentos e tratamentos dentários.

Quais os diferentes tipos de Aparelhos Ortodônticos?


Existem diferentes tipos de abordagens ortodônticas: o aparelho removível, que por norma é utilizado em crianças na fase de crescimento até aos 12 anos e que atua no desenvolvimento ósseo dos maxilares. O aparelho ortodôntico fixo (metálico), o mais convencional e que por norma é recomendado a adolescentes e adultos, consistindo na colocação de brackets que se colam nos dentes e aos quais é aplicado um arco e ligaduras elásticas, ativadores do movimento dentário. O aparelho estético (cerâmico), um aparelho que tem por base materiais transparentes, de forma a ser o menos perceptível possível, e desta forma mais discreto. Por fim, os aparelhos invisíveis, a opção mais recente em termos de aparelhos ortodônticos e que consiste no uso de moldeiras transparentes personalizadas a cada paciente que, ao encaixarem nos dentes, fazem a pressão necessária para que estes fiquem na posição correta.

Tudo o que precisa de saber sobre Aparelhos Ortodônticos

Qual a melhor opção?


Cada caso é um caso e, consoante as necessidades de cada paciente, podem ser sugeridos diferentes tipos de aparelhos. Nesse sentido, e para corresponder às expectativas de ambas as partes, deve avaliar-se previamente qual o tipo de tratamento mais eficaz, de forma a causar o mínimo de desconforto aos pacientes e ter resultados mais rápidos.

O sucesso destes tratamentos não depende apenas do Ortodontista, mas também dos hábitos e rotinas do paciente. Neste sentido, existem alguns alimentos que devem ser evitados, como gomas, pastilhas elásticas, caramelos, frutas rijas ou secas e refrigerantes gaseificados, uma vez que podem não só prejudicar a estrutura do aparelho, como comprometer a eficácia do tratamento. Após as principais refeições, é também recomendado que os pacientes escovem sempre os dentes, utilizando uma pasta fluoretada e uma escova ortodôntica, como forma de evitar a retenção de placa bacteriana.

É ainda importante salientar que o tratamento ortodôntico não termina após a remoção do aparelho dentário. É altamente recomendável que os pacientes utilizem as contenções, conforme a indicação do seu médico dentista.

Quais os Benefícios de um tratamento Ortodôntico?


Podemos concluir que, apesar de tradicionalmente a utilização de aparelho estar muito associada à aparência e autoestima, hoje em dia, compreende-se que o papel de um aparelho ortodôntico vai muito além da estética dentária e pode mesmo ajudar a prevenir outras complicações. Problemas na respiração, fonética, mastigação, cefaleias, entre outras, podem ser agravados devido à má oclusão. É compreensível, portanto, que os aparelhos ortodônticos tenham um papel fundamental não só na estética, mas principalmente na saúde oral.

Se tem dúvidas sobre qual o tratamento mais adequado a si, marque uma consulta na MALO CLINIC mais próxima de si e conheça as recomendações da nossa equipa.