Branqueamento dentário | O que é e tudo o precisa de saber


O branqueamento é um tratamento dentário que procura melhorar o aspeto da sua dentição. A cor dos dentes pode ter um elevado impacto psicossocial e cada vez mais pessoas procuram um sorriso mais branco e harmonioso. O objetivo do branqueamento dentário é tornar os dentes mais claros e esteticamente mais bonitos.

Neste artigo vai encontrar a informação de que precisa para que em conjunto com o seu médico dentista possa avaliar se este o tratamento adequado ao seu caso.

Que fatores potenciam a coloração dentária?



A cor natural dos dentes difere de pessoa para pessoa e como tal deve ter isso sempre em conta na hora de avaliar os seus próprios dentes. Nem sempre a comparação com outra pessoa faz sentido e como tal é sempre necessário aconselhar-se junto de profissionais.

No entanto, alguns fatores podem contribuir para que os dentes fiquem manchados e amarelados, ainda que tenha bastante cuidado com a sua higiene oral. Esses fatores são:

  • idade
  • tártaro e/ou lesões de cáries
  • consumo frequente de café, vinho, bebidas gaseificadas, refrigerantes, doces, e alimentos que pigmentem (frutos vermelhos, por exemplo) ou com corantes
  • tabagismo

Quem pode fazer um branqueamento?


Antes de fazer um branqueamento deverá ser realizada uma avaliação da condição dentária e saúde oral do paciente

Nesta consulta, um elemento da nossa equipa clínica irá realizar uma avaliação e elaborar o Plano mais adequado, bem como o respetivo Orçamento. A consulta de avaliação tem um custo de 100€, exceto para colaboradores e associados de empresas com Protocolo com a MALO CLINIC.

Queremos sempre dar-lhe informação o mais correta possível, porque cada caso é único. Por isso, se quiser, pode marcar já aqui a sua consulta numa das 6 clínicas distribuídas pelo país.

Atenção: pessoas com lesões de cárie, sensibilidade dentária ou problemas nas gengivas podem ter de fazer um tratamento antes do branqueamento dentário. Os branqueamentos não são recomendados a grávidas e a menores de 18 anos.

Tipos de branqueamento dentário


Existem dois tipos principais de branqueamentos. Um é feito pelo próprio paciente em casa com um molde personalizado (moldeiras), enquanto que o outro é feito em consultório por um/a médico(a)dentista.

Branqueamento dentário em ambulatório


O tratamento em ambulatório (at-home) é atualmente o mais comum, e este é realizado pelo paciente sob supervisão do médico dentista. Os moldes são feitos e personalizados em consultório, e a partir deles são criadas moldeiras que devem ser colocadas de preferência durante a noite. O paciente deve preencher as moldeiras com gel de branqueamento dentário e colocá-las na boca todas as noites durante o período recomendado pelo médico dentista.

Este procedimento dura em média duas semanas mas o tempo de tratamento pode variar, dependendo principalmente da cor inicial dos dentes, pois um tom mais escuro tende a demorar mais dias a branquear.
Antes e depois de um branqueamento dentário
Antes e depois de um branqueamento dentário

Quais são as etapas de um branqueamento?


Em resumo, estas são as etapas principais:

1. Deve primeiro fazer uma consulta de avaliação oral, para verificar se há necessidade de realizar outros tratamentos antes de começar o branqueamento.
2. Em segundo lugar, deve fazer uma destartarização e remoção do pigmento extrínseco.
3. O último passo será o branqueamento em ambulatório, utilizando moldeiras personalizadas e um gel branqueador.
4. Em alguns casos, pode ser necessário fazer a substituição de restaurações, coroas ou pontes para que a cor do seu sorriso seja uniformizada, uma vez que branqueamento só atua na estrutura dentária natural

Branqueamento dentário para fumadores - posso fazer?


Não dispensando a consulta de avaliação mencionada acima, a grande maioria das pessoas poderá realizar o tratamento, mesmo os fumadores. No entanto, para um resultado mais duradouro deverão ser efetuadas consultas de Higiene Oral regulares e evitar os hábitos tabágicos e consumo de bebidas ou alimentos pigmentantes.

Ou seja, nada impede que realize o tratamento, mas se continuar a fumar estará a comprometer o efeito e durabilidade do branqueamento, e possivelmente não considerará os resultados satisfatórios a longo prazo.

Tenho de ir ao dentista para um branqueamento ou posso fazer por mim?


Para que não haja dúvidas: o branqueamento deve sempre ser realizado sob indicação ou supervisão de um médico dentista e muitas alternativas de venda livre podem danificar os seus dentes. Como tal, desaconselhamos o seu uso.

Por isso mesmo, é muito importante que tenha acompanhamento de um médico dentista, que irá aconselhar qual o método adequado às características de cada paciente. Para qualquer um dos processos deve sempre contactar o seu dentista.

Nas nossas clínicas encontrará médicos dentistas experientes em branqueamento dentário, , garantindo a melhoria do seu sorriso. Relembramos que para fazer uma marcação numa das nossas 6 clínicas em todo o país, basta agendar aqui.

Esperamos por si!