MALO CLINIC - Logotipo
 
 
 
 
 
pt | en
 
 
 
 
 
 
 
 

BRANQUEAMENTO

Branqueamento de Dentes Vitais e Não Vitais

Apesar da cor natural dos dentes ser diferente de pessoa para pessoa, determinados fatores como o tabaco, café, vinho, alimentos pigmentados, bebidas gaseificadas ou tártaro podem contribuir para alterações na coloração dos dentes. O branqueamento dentário tem como objetivo tornar os dentes mais claros e pode ser realizado no consultório ou em casa após avaliação clínica e radiológica da condição dentária e periodontal.

Atualmente, o tratamento em casa realizado pelo paciente sob a supervisão do médico é o mais comum. A partir dos moldes são executadas as moldeiras, que o paciente preenche com gel branqueador e que colocará diariamente pelo período de tempo indicado pelo médico; este procedimento deverá ser feito em média durante 2 semanas. O tempo de tratamento pode variar e depende de alguns fatores entre os quais a cor original (cores mais escuras tendem a demorar mais dias a branquear). Uma informação importante e que tem que ser do conhecimento do doente previamente, é que o branqueamento dentário só funciona em dentes naturais, e isto quer dizer que restaurações, coroas e/ou pontes já existentes não branqueiam, pelo que poderão ter que ser substituídas após o branqueamento dentário.

No caso dos dentes não-vitais, ou seja dentes “desvitalizados”, o branqueamento interno tem de ser necessariamente realizado pelo médico, já que é necessário introduzir o agente branqueador no interior do dente e posteriormente colocar uma restauração provisória durante o período que o gel branqueador está a actuar.

Em alguns casos o branqueamento dentário pode não ter os resultados desejados pelo doente, e nesses casos é necessário recorrer a outras técnicas de reabilitação estética como por exemplo a facetas dentárias.