Higiene oral em crianças: Porque é importante?

A higiene oral infantil pode influenciar de forma positiva o bem-estar das crianças. Nesta fase da vida, adquirimos hábitos que irão acompanhar-nos até sermos adultos. Os pais são então responsáveis por criar rotinas de saúde oral que motivem os seus filhos a manter hábitos saudáveis durante toda a sua vida. Além de agirem como um exemplo a seguir, devem ser um fator motivador das boas práticas.

O mais importante é mesmo prevenir. Dedicar tempo a manter uma correcta higiene oral nos bebés e nas crianças, vai ajudar a que não sofram tanto com o aparecimento de cáries e problemas gengivais.

Neste artigo vai compreender a importância e cuidados a ter com a higiene oral das crianças nos primeiros anos de vida e também receber algumas dicas sobre qual o papel dos pais no processo.

Cuidados a ter com a higiene oral do bebé


No primeiro ano de vida começam a estabelecer-se alguns hábitos orais: amamentação, alimentação e também a utilização de chupetas. Estes hábitos, se forem desequilibrados podem também contribuir para o aparecimento de problemas nos dentes, gengivas e de oclusão.

Tudo isto pode e deve ser prevenido com a ida a uma consulta de odontopediatria ainda durante o primeiro ano de vida do bebé.

Uma criança que frequente o dentista desde cedo irá criar uma boa relação com o mesmo, o que lhe trará mais confiança graças ao vínculo afetivo outrora desenvolvido. Se deixar a primeira consulta para quando existir um problema ou dor, a criança poderá associar o consultório e o médico à dor, sofrimento e ansiedade. Isto poderá prejudicar os hábitos de saúde oral dos seus filhos durante muitos anos.

É importante perceber que uma primeira consulta não vai incluir nenhum procedimento doloroso e que os pais não precisam de ter receio de levar os seus filhos ao dentista.

A importância da higiene oral em crianças


As cáries aparecem quando não há uma boa higiene oral e estão presentes maus hábitos alimentares, seja em bebés, crianças ou adultos. A melhor forma de prevenir o aparecimentos das cáries é escovar os dentes regularmente( com a pasta e técnicas apropriadas) e usar também o comumente chamado fio dental ou fio dentário como deverá ser correctamente designado. Como as crianças, e especialmente os bebés, não conseguem fazer uma limpeza mais profunda, dependem dos seus pais para que os dentes sejam limpos corretamente e do médico odontopediatra para acompanhar a criança e perceber se está tudo a ser realizado da melhor forma de forma e poder ajudar a corrigir alguns hábitos que possam estar menos correctos.

Os pais são os principais responsáveis por criar uma rotina de cuidados da saúde oral. O que sugerimos sempre na MALO CLINIC é o estabelecimento de um ritual familiar ou de uma brincadeira habitual na hora de escovar os dentes, disfarçando assim o lado de “atividade obrigatória” — afinal, quando a criança se diverte é muito mais fácil criar hábitos saudáveis do que através de ordens dos pais.


A importância da higiene oral das crianças e do exemplo dos pais
A importância da higiene oral das crianças e do exemplo dos pais

O mesmo se aplica com as idas ao dentista, por vezes fonte de medo e ansiedade nos mais pequenos — também aqui os pais têm um papel de figuras exemplares e motivadoras a cumprir. Mas como podemos motivar as crianças a ter boas práticas de higiene oral e a não ter medo de ir ao dentista? Eis algumas ideias:

  • Escovar os dentes do brinquedo / boneco preferido da criança: pode fazer esta atividade em conjunto com as crianças. Não se esqueça de elogiar os dentes bem limpinhos do boneco e o bom trabalho da criança.
  • Jogar ao jogo da imitação: as crianças gostam de imitar os adultos. Dê o exemplo escovando os seus próprios dentes e desafiando as crianças a imitar, como se de um jogo se tratasse. Pode fazer algumas “brincadeiras” pelo meio, desde que os dentes sejam também limpos e a criança veja a atividade como divertida
  • Falar do dentista como se fosse um amigo: Os nossos odonpediatras sabem como se relacionar com os mais pequenos, mas os pais têm também um trabalho a desempenhar. Falar regularmente sobre o médico como se este fosse um amigo é uma excelente forma de colocar as crianças à vontade nas consultas e também de as motivar a fazer aquilo que é aconselhado para deixar o amigo orgulhoso.

Prevenir os dentes estragados em criança


A dieta de uma criança também é um fator determinante no aparecimento de cáries, e existe um risco mais elevado de estas se formarem quando a dieta é rica em doces, alimentos com muito açúcar ou até demasiados hidratos de carbono.

Alguns sinais de que a criança ou bebé tem uma cárie são o aparecimentos de pequenas manchas nos dentes. Assim que notar que pode existir uma cárie, deve fazer uma marcação com um médico odontopediatra para que este possa avaliar a situação, recomendando-lhe que passos deve seguir.

Conte com a equipa da MALO CLINIC para cuidar da higiene oral desde os primeiros anos de vida dos seus filhos. Marque já aqui a sua primeira consulta para qualquer uma das nossas 6 clínicas no país. Esperamos por si!